Passeio à borliu com o patrocínio do meu sponsor

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Sabendo de antemão que esta semana não iria poder andar, uma vez que as condições climatéricas não o permitiam (dizem que Braga é o penico do Minho, acreditem que esta zona é bem pior), eis que recebo da parte do meu patrocinador, um convite à Borliu para um dia de “dolce far niente”.

O meeting point foi marcado para as 07h30 da manhã e daí seguimos para uma visita guiada pelas principais artérias e monumentos de St.Gallen.

Acabei por entender o mesmo, uma vez que a guia somente falava em deutsch, mas ainda deu para “sacar” alguma coisa. Claro que durante esse período tive de ocupar o tempo, e tal qual um “José Hermano Saraiva”, lembrei-me de partilhar convosco alguns desses momentos (até para variar o meu cardápio de aventuras), para que possam conhecer um pouco desta zona alemã e respectiva realidade.

De St.Gallen, seguimos para a cidade medieval de Stein Am Rhein (+/- 75 kms a Norte), cortada pelo rio Reno e zona vinícola da casta “Pinot Noir”. Até agora foi dos poucos vinhos de origem Suíça que realmente apreciei, mesmo bom.

Foi um dia muito bem passado sob o ponto de vista cultural, diferente do habitual, “bem comido e bem bebido” e com muitos momentos hilariantes (efeito dos líquidos destilados).

Eram cerca das 02h30 da manhã quando regressei à base e como diz o povo, no dia seguinte era “dia de pica boi”.


Cumprimentos betetistas e até à próxima crónica…

Alexandre Pereira

Um Bravo do Pelotão, neste caso sem…

Podem visualizar esta crónica com os respectivos comentários às fotos no FORUM BTT. Ler o post (resposta) #25.